Natal e ano novo festa pagã

MITOS E MENTIRAS

Todos os anos são comemoradas as duas festas “mais importante” dos pagãs o famoso NATAL E ANO NOVO. As inúmeras histórias falsas de que Jesus Nasceu em 25 de Dezembro, sem nenhuma base bíblica. O historiador Josefo afirma que em Jerusalém existia pouco mais de 120 mil habitantes na época; mas em ocasião de festas era contado quase dois milhões. Vemos o exemplo na festa do pentecoste, que pessoas vinham de vários lugares.

 Não vemos nenhuma indicação para celebrar o nascimento de Jesus, até porque o dia exato não da nenhuma referência as Escrituras, o que vemos é que ele nasceu em Outubro mês corresponde do calendário hebraico Etanim. Portanto tanto as festas de natal e ano novo celebrada são oferecidas não ao verdadeiro Jesus e sim a deuses pagãs, O natal ao deus sol, mitra, baal. Ano novo ao deus Jano o deus da mitologia grega de duas faces. Veja>>> DIAGRAMA E ESTUDO COMPLETO SOBRE O ASSUNTO.

 

25 DE DEZEMBRO FESTA PAGÃ HOMENAGEM AO dEUS SOL

 

NATAL: A 1º comemoração de 25 de Dezembro como natal se deu no ano 325 pelo Imperador Constantino. (Bíblia Alfalit– Pág. 57) A verdade é que 25 de Dezembro foi escolhido pela igreja católica para venerar o deus sol assim como o domingo seu dia de culto.

Origem do termo Do latim 'natális', derivada do verbo 'nascor, nascéris, natus sum, nasci', significando nascer, ser posto no mundo. Como adjetivo, significa também o local onde ocorreu o nascimento de alguém ou de alguma coisa. Como festa religiosa, o Natal, comemorado no dia 25 de dezembro desde o Século IV pela Igreja ocidental e desde o século V Portanto, segundo certos eruditos, o dia 25 de dezembro foi adotado para que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao "nascimento do deus sol invencível", que comemorava o solstício do Inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada de 17 a 22 de dezembro; era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus persa Mitra, o Sol da Virtude. (www.wikipedia.org/wiki/natal)

 

01 DE JANEIRO COMEMORAÇÃO AO dEUS JANO

 

Jano (em latim Janus) foi um deus romano que deu origem ao nome do mês de Janeiro. Era o porteiro celestial, sendo representado com duas cabeças, representando os términos e os começos, o passado e o futuro. De fato, era o responsável por abrir as portas para o ano que se iniciava, e toda porta se volta para dois lados diferentes 

ANO NOVO é um evento que acontece quando uma cultura celebra o fim de um ano e o começo do próximo. Todas culturas que têm calendários anuais celebram o "Ano-Novo". A celebração do evento é também chamada réveillon, termo oriundo do verbo réveiller, que em português significa "despertar".

A comemoração ocidental tem origem num decreto do governador romano Júlio César, que fixou o 1º de janeiro como o Dia do Ano-Novo em 46 a.C. Os romanos dedicavam esse dia a Jano, o deus dos portões. O mês de Janeiro, deriva do nome de Jano, que tinha duas faces - uma voltada para frente e a outra para trás.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!